Sexta-Feira, 19 de Setembro de 2014
 
   
Texto
     +++     O grão de trigo morreu, é tempo do fruto      +++     Papa alerta para bispos «a prazo»      +++     Sorrio, Logo Aprendo?      +++     Prémio:Jornalista Família Cristã nomeada      +++     ASAE adverte: não pôr mel nas chupetas      +++     Encontro Mundial das Famílias já mexe      +++     Um caminho para o sentido da vida      +++     A APFN e a proposta de reforma do IRS      +++     Morreu o Superior-Geral dos Paulistas      +++     Papa: Santa Sé confirma visita à Turquia      +++    

Turismo: desafio para Igreja em Portugal

Segunda-Feira, 30 Julho 2012
O diretor da nova Obra Nacional da Pastoral do Turismo (ONPT) escreveu uma carta dirigida aos membros da Igreja Católica em Portugal na qual destaca a «urgência» da ação eclesial neste setor. No documento, enviado hoje à Agência ECCLESIA, o padre Carlos Godinho lança um conjunto de oito propostas, entre as quais se conta a de «desenvolver uma catequese sobre o tempo livre e o turismo, quando o aconselha a realidade do lugar, quer para os cristãos residentes, quer para os turistas». «Encorajar e promover ações de apoio e prevenção a favor de grupos que possam ser vítimas de uma promoção errada do turismo ou do comportamento dos turistas» é outras das sugestões apresentadas.

Recordando as várias mensagens do Vaticano para o Dia Mundial do Turismo, o diretor da ONPT apela à promoção de um «turismo ético e responsável, que favoreça o encontro de pessoas e de culturas, num desenvolvimento harmonioso das sociedades, promovendo a luta contra a pobreza e o desemprego, bem como a defesa do meio ambiente e da biodiversidade».

Para o também pároco do Luso (Diocese de Coimbra), a iniciativa da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana de criar uma Obra Nacional vem reconhecer «a importância do turismo para as sociedades hodiernas, em que Portugal não é exceção». Neste contexto, o responsável sublinha que «o número de turistas, em Portugal, passou dos cerca de 4 milhões, em 1984, para aproximadamente 12 milhões, em 1999, cifrando-se agora nos 14 milhões». «Esta realidade não pode, de modo algum, ser estranha à Igreja», observa o sacerdote.

O diretor nacional apresenta «quatro vetores fundamentais» propostos pela hierarquia católica na área do turismo: «Anúncio da Palavra de Deus e celebração da fé; defesa e desenvolvimento do respeito pela dignidade da pessoa humana; promoção do bem comum; participação na tarefa da nova evangelização». A ONPT sugere que as comunidades católicas em Portugal procurem «promover, acolher e estimular a ação dos grupos de apostolado dedicados em particular às pessoas que vivem e trabalham no setor do turismo». Nesse sentido, propõe-se ainda a criação de um «um grupo permanente de leigos» para estudar e promover ações pastorais neste campo.

A atenção aos turistas, acrescenta a carta, deve passar por «medidas adequadas para que os visitantes possam participar nas celebrações eucarísticas na própria língua ou com outras expressões da própria cultura».

O padre Carlos Godinho e a equipa da Obra Nacional esperam ainda que as comunidades católicas saibam «adequar os serviços às necessidades dos turistas, nos lugares de intensa presença turística, de modo a facilitar o contacto pessoal, a celebração da fé, a oração individual e o testemunho da caridade». O documento conclui com uma chamada de atenção para a importância de «manter oportunamente atualizada a informação sobre os serviços paroquiais» e pede que os turistas «a possam consultar nos seus hotéis, em lugares de informação ou através de outros meios de difusão».

Publicado em Actualidade

Capa





Edição de Setembro/2014

bt_2

Calendário

Setembro 2014 Outubro 2014
Se Te Qu Qu Se Do
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter

Administração