Sábado, 30 de Agosto de 2014
 
   
Texto
     +++     Alargamento da majoração é propaganda      +++     Majoração de 10% no subsídio a casais      +++     Idosos temem sustentabilidade da Seg.Soc      +++     Papa e os pecados contra a «unidade»      +++     No hospital à espera de vaga para um lar      +++     Retiro da “Vinha de Raquel” em setembro      +++     Evangelizar a família      +++     Cem anos de luz para o mundo      +++     Retratos de vida conjugal      +++     Liturgia e santidade em debate em Fátima      +++    

«Generosidade» na dádiva de sangue

Sexta-Feira, 06 Julho 2012
O coordenador da Comissão Nacional da Pastoral da Saúde (CNPS), da Igreja Católica, apelou hoje aos cristãos para que se mobilizem «com generosidade» para a dádiva de sangue, numa altura em que as reservas nos hospitais começam a escassear. Em entrevista à Agência ECCLESIA, monsenhor Vitor Feytor Pinto realça que as estruturas eclesiais estão a fazer tudo para que as dioceses possam «dar mais apoio» à dádiva de sangue, «sobretudo nesta altura do verão», em que as colheitas tendem a diminuir. «Há muitas paróquias disponíveis, alguns núcleos da pastoral da saúde já estão a coordenar o contacto com as organizações de dádiva de sangue existentes na região, agora temos de ter consciência de que este trabalho não se faz de um dia para o outro», sublinha o responsável da CNPS.

Numa declaração à Rádio Renascença, o presidente do Instituto Português do Sangue adiantou que a atual campanha nacional de recolha não está a corresponder às expectativas. Segundo Hélder Trindade, as reservas existentes neste momento «teoricamente» deverão dar para «oito dias», situação que, não sendo «dramática», deve levar a um envolvimento mais efetivo da parte das populações.

Recordando aquilo que o Papa Bento XVI afirmou em meados de junho, o padre Feytor Pinto reforçou que «dar sangue é uma forma de colaborar com a dádiva da vida». Confrontado com a tese de que a falta de adesão dos portugueses à recolha de sangue poderá estar relacionada com o fim da isenção das taxas moderadoras para quem é doador, o coordenador da CNPS salientou que os cristãos devem «servir com gratuidade total», à imagem de Cristo, em vez de procurarem «algo em troca».

Por outro lado, o problema não se resolve «apenas com apelos», é precioso «melhorar a comunicação entre as comunidades paroquiais e as diversas estruturas de recolha de sangue, em cada local». «Às vezes esta relação é mais difícil, mas estamos a tentar reestruturá-la de uma maneira correta», concluiu o sacerdote.

Publicado em Actualidade
Etiquetado como

Capa





Edição de Jul-Ago/2014

bt_2

Calendário

Agosto 2014 Setembro 2014
Se Te Qu Qu Se Do
1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter

Administração