Domingo, 30 de Agosto de 2015
 
   
Texto
     +++     Síria: Viagem da Imagem Peregrina adiada      +++     Bispo do Porto e o cuidado com os refugiados      +++     Ocupar o tempo livremente      +++     D. José Ornelas, o novo bispo de Setúbal      +++     Escuteiros, agentes para «mudar» o mundo      +++     Renovar a missão do museu eclesiástico      +++     Papa pede a autarcas que se mobilizem      +++     A educar com «razão, religião e amor»      +++     A autoestrada da morte      +++     Violações e raptos continuam no Iraque      +++    

Famílias cristãs

O sentido do trabalho hoje

Sexta-Feira, 01 Junho 2012

Há ideias que ficam a fazer eco naquele que foi o segundo dia dos trabalhos do Congresso Internacional Teológico Pastoral. Vale a pena lembrar, em síntese, as ideias-chave que incitam à reflexão das famílias cristãs.

O trabalho, o seu sentido na sociedade hodierna, marcada pela globalização e pela impetuosa revolução tecnológica, o seu impacto sobre as dinâmicas familiares e os desafios que tudo isto coloca à consciência dos crentes foram os temas centrais no dia de ontem no VII Encontro Mundial das Famílias.

Na sua saudação mons. Jean Laffitte, secretário do Conselho Pontifício para a Família, sublinhou o significado do trabalho para a família cristã, como um «dever sagrado», evidenciando entre outras coisas, como «a santidade do trabalho é contradita por todas as atividades que pretendem diretamente privar os homens desta dimensão, ou oprimi-los com estruturas sociais inumanas que os reduzem a meros instrumentos de lucro, para fazer crescer as disparidades na destinação dos bens».

O cardeal Dionigi Tettamanzi, arcebispo emérito de Milão frisou a relação entre família e trabalho numa dupla perspetiva: à luz da Palavra de Deus e da doutrina social da Igreja, com uma referência cristológica explícita, insistindo em Jesus, «filho do carpinteiro de Nazaré», graças ao qual «também o nosso trabalho se torna lugar de salvação e de santificação para nós e para os outros».

O professor Pedro Morandé Court, sociólogo chileno, traçou um retrato interessante sobre as dinâmicas relativas à relação família-trabalho no contexto atual e das perguntas que elas suscitam para os cristãos. Sem esconder os desafios e as insídias atuais, o investigador lançou aos participantes no Congresso internacional Teológico pastoral um desafio para saberem ler os sinais dos tempos, ou seja, as novas oportunidades oferecidas pelo contexto social, económico e cultural, para darem um testemunho mais eficaz e credível do Evangelho de hoje.

Publicado em Actualidade

Capa





Edição de Jul-Ago/2015

bt_2

Calendário

Agosto 2015 Setembro 2015
Se Te Qu Qu Se Do
1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter

Administração